Além das empresas que preparam e vendem materiais recicláveis em escala comercial, as entidades que trabalham com a “reciclagem solidária” nos EUA também foram duramente impactadas pelas decisões do governo chinês que restringem a entrada de resíduos de outros países. A informação original foi divulgada pelo portal Green Biz.

Muita gente já presenciou, ou ouviu falar de algum caso sobre maus-tratos contra animais. Pode ser uma luta entre cães, rinha de galo, farra do boi ou qualquer outro evento que esteja ligado à crueldade humana contra estes seres indefesos. Mas você sabe como formular uma denúncia?


Pesquisadores do Instituto de Materiais Críticos (CMI) e do Laboratório Ames nos Estados Unidos inventaram um processo de reciclagem que usa ímã dissolvido em soluções à base de água para recuperar elementos de terras raras com até 99% de pureza. A tecnologia pode acelerar a recuperação de terras raras de sucata eletrônica que hoje utiliza ácidos poluentes.

Assim como dezenas de países, a Austrália foi um dos que foram duramente afetados pelas barreiras chinesas de importação de resíduos que passou a vigorar com mais rigor desde o último 23 de agosto. Agora, os australianos estudam uma meta ambiciosa de reduzir em até 80% os resíduos enviados para aterros sanitários até 2030.


Todos os 13 candidatos à presidência da República receberam da ONG Oceana sugestões de medidas para proteção das espécies marinhas e para promoção da pesca dentro de limites ambientalmente seguros. A Oceana é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que atua exclusivamente na proteção dos oceanos e na defesa da pesca sustentável.