Numa parceria envolvendo as empresas Owens Illinois, Triciclo, Tenda Atacado e O-I foi instalado na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, uma máquina para receber embalagens de vidro pós-consumo. O projeto consiste em oferecer uma recompensa ao consumidor para estimulá-lo a fazer o retorno da embalagem.

A transformação do resíduo plástico em óleo combustível é um assunto já bastante conhecido dentro do setor de reciclagem. Mas o que pouca gente deve saber é que, finalmente, parece que essa tecnologia tende a ganhar força na próxima década.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia (UCLA) criaram um monitor de ar portátil que usa hologramas e inteligência artificial para identificar e medir partículas biológicas presentes no ar. O dispositivo consegue medir partículas de plantas, fungos e mofo; partículas que causam alergia, e pólen de várias plantas. A precisão do dispositivo foi de 94%.

A empresa GreenMantra Tecnhologies está apostando numa forma de aproveitamento dos plásticos recuperados dos resíduos sólidos urbanos (RSU). A empresa está dissolvendo plásticos quimicamente e transformando-os em produto.



A Plastivida, por meio de seu Comitê de EPS, lançou ontem (30 de outubro) o “Manual de Orientações para Cooperativas - Revalorização e Reciclagem de Poliestireno Expandido – EPS (conhecido pela marca Isopor)” para capacitar cooperativas de catadores.