Pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália, apresentaram ao mundo uma espécie de “pele energética” que promete ser um novo capítulo na tecnologia de energia solar.


Um material construído com nanotecnologia permite que elétrons transitem em suas linhas e gerem energia elétrica quando expostos ao sol. O professor Lianzhou Wang, que liderou a inovação, disse que as tecnologias solares convencionais usavam materiais rígidos e caros.

"A nova classe de pontos quânticos que a Universidade desenvolveu é flexível e imprimível", disse ele. “Isso abre uma enorme variedade de aplicações em potencial, incluindo a possibilidade de usá-lo como uma capa transparente para alimentar carros, aviões, residências e tecnologia vestível.

"Eventualmente, poderia desempenhar um papel importante no cumprimento da meta das Nações Unidas de aumentar a participação de energia renovável no mix global de energia".

A “pele energética” já havia sido apresentada ao mundo em outros centros de pesquisa, mas a equipe do professor Lianzhou apresentou uma melhoria de eficiência energética em 25%, o que melhora substancialmente os investimentos. "Esta nova geração de pontos quânticos é compatível com tecnologias imprimíveis em maior escala e mais acessíveis", disse o professor Wang.

 
 
 
What do you want to do ?
New mail