A JSP Enviro, uma startup indiana fundada por ex-alunos do Instituto Indiano de Tecnologia, decidiu dar um fim nobre aos milhões de litros de efluentes da área têxtil gerados no País. A empresa desenvolveu um sistema com células microbianas que faz o tratamento deste material, ao mesmo tempo em que gera energia elétrica.


“A célula de combustível microbiana é uma tecnologia nova. Se conseguíssemos implementar este processo para todos os principais efluentes industriais poderíamos alcançar uma alta economia de energia”, informou Vidal Fidal Kumar, durante entrevista ao site Financial Express.

A startup está no mercado de energia limpa desde 2016 e tem apresentado projetos em diversas áreas para tratamento de efluentes industriais e reuso da água, restauração de rios, projetos de paisagismos, entre outros. A JSP Enviro é a primeira startup indiana a obter financiamento da "EIT Climate-KIC" - a maior aceleradora climática da Europa.

A empresa desenvolveu a solução para o mercado têxtil ao observar que a maioria das pequenas e médias empresas da Índia que fazem tingimento de tecido não podem pagar processos caros e complexos de tratamento de efluentes.