As autoridades da Califórnia anunciaram ao mercado que vão colocar um pé no freio no processo de elaboração de regras obrigatórias de reciclagem para embalagens plásticas. O motivo: O Estado foi duramente impactado pelas restrições de importação de resíduos da China. Em 2017 quase dois terços de tudo que o Estado processou de sucata e aparas teve a China como destino principal.


O Departamento de Reciclagem e Recuperação de Recursos da Califórnia (CalRecycle) informou que a equipe está no processo de assegurar que as recomendações refletem “de forma ponderada e adequada as implicações e novas realidades da China”. As regras estão previstas para serem apresentadas numa reunião pública mensal programada para acontecer ainda em 2018.

No projeto da CalRecycle estão previstas regras para aumentar a reciclagem e reduzir o desperdício de embalagens como papelão ondulado não revestido, papelão encerado, embalagens e caixas assépticas, filme plástico, poliestireno expandido e bolsas multimaterial. Para melhorar a reciclagem destes materiais pretende-se aumentar a implantação de contêineres em pontos de varejo, requisitos obrigatórios de rotulagem, responsabilidade estendida do produtor, proibições de vendas de certas embalagens, requisitos de conteúdo reciclado e outros. A CalRecycle vem realizado uma série de workshops com stakeholders para anunciar as mudanças nas regulamentações.

Se você leu este texto até aqui, poderá estar se perguntando: “Mas a ideia de evoluir nas diretrizes de reciclagem depende da China? A Califórnia não pode colocar um programa em nome do meio ambiente?”. Em maio, uma declaração de Scott Smithline, diretor da CalRecycle, responde bem às estas duas perguntas: “A exportação de produtos recicláveis para a China, principalmente nossos materiais tradicionais, tem sido historicamente um componente chave da infraestrutura de reciclagem da Califórnia", trocando em miúdos: Pra quê se preocupar em montar programas de reciclagem se, no final do processo, não haverá indústria de transformação para a compra?